quarta-feira, 24 de maio de 2017

* “CAERN não será privatizada”, assegura Robinson.

Um protesto dos servidores da Companhia de Águas e Esgotos do RN (CAERN) ocorreu na Governadoria na manhã desta quarta-feira (24), contra a possível privatização, que vinha sendo discutida nos bastidores.

Aliás, estudos já estão sendo realizados para elaborar modelos de Parcerias Público Privadas para a CAERN e custarão R$ 6,3 milhões. O pregão eletrônico foi realizado na terça-feira da semana passada e o consórcio vencedor foi Aqua, formado por três empresas: BF Capital Assessoria em Operações Financeiras Ltda, Aecon do Brasil Ltda e Azevedo Sette Advogados Associados.

O próprio presidente da CAERN, Marcelo Toscano, já confirmou em edições anteriores desta Tribuna do Norte, a existência de estudos internos na Companhia para a realização de PPPs nas áreas de eficiência energética e perdas de água.

O assunto volto ao noticiário, após acusação feita por delator da JBS de que o governador recebeu R$ 10 milhões em propinas na campanha de 2014, prometendo a privatização da Companhia.

Em conversa com os manifestantes, o governador disse que a CAERN não será privatizada.
z
Palavra do governador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário