terça-feira, 16 de maio de 2017

* Relatório aponta que há 71 presos desaparecidos e número de mortos em Alcaçuz pode se aproximar de 100.

G1/RN: Um relatório elaborado pelo Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT) – órgão da União independente, mas que funciona em conjunto com o Ministério dos Direitos Humanos – aponta que o número de mortos no massacre de Alcaçuz pode chegar a 90. 

Dados coletados pelos peritos que elaboraram o documento revelam que 71 detentos da unidade estão 'desaparecidos'. Oficialmente, segundo o governo do estado, 26 presos foram mortos durante as rebeliões de janeiro e 56 considerados fugitivos. 

Em nota na tarde desta terça (16), a assessoria de comunicação da Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc), órgão responsável pelas unidades prisionais do estado, disse que ainda não havia recebido oficialmente o relatório (leia a íntegra da nota no final desta matéria) do MNPCT.
Presos são vistos durante o confronto em Alcaçuz (Foto: Andressa Anholete/AFP)
Massacre segue rendendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário