domingo, 2 de julho de 2017

* Base de Temer não garante apoio para barrar denúncia.

A base governista na Câmara evita declarar apoio a Michel Temer na votação da denúncia criminal apresentada pela PGR (Procuradoria-Geral da República).

Semana passada todos os 513 deputados da Casa após o STF (Supremo Tribunal Federal) receber,  a peça em que Temer é acusado de corrupção passiva –seria o destinatário de uma mala de R$ 500 mil de propina da JBS, além de promessa de outros R$ 38 milhões em vantagens indevidas.

Cabe à Casa dar ou não aval, com os votos de no mínimo 342 deputados, para que o STF possa aceitar a denúncia e abrir a ação penal. Nessa hipótese, Temer seria afastado por até 180 dias para ser julgado. Só 45 deputados responderam que votarão contra a aceitação da denúncia. As informações são da Folha de São Paulo.
CAMARA/FERIADO PROLONGADO
Congresso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário