quinta-feira, 13 de julho de 2017

* Em Campo Grande, nota de esclarecimento regada a agradecimentos aos edis da oposição.

Os Monitores e Professores de Creche do Município de Campo Grande veem a público esclarecer as informações publicadas no Blog CG Play e em redes sociais de pessoas ligadas a administração pública municipal, com o título “Prefeitura Assegura Aumento Salarial As Monitoras de Creche”. 

Inicialmente, ressalta-se que a partir da sanção da Lei Complementar Municipal nº 002/2014 os então monitores de creche que dispunham de graduação na área da educação passaram a ser denominados de professores de creche e não mais monitores. 

Outrossim, em sinal de respeito e de reconhecimento a todos aqueles que participaram da nossa luta diária e incessante por valorização profissional e condições dignas de trabalho, devemos rechaçar algumas informações proferidas nas postagens acima citadas. Nesse sentido, cumpre-nos informar que desde o início da nova gestão buscamos apresentar nossos pleitos de reajustes salariais, sobretudo porque após a aprovação nacional do novo salário mínimo, em 01/01/2017, o salário base da nossa categoria ficou extremamente defasado, estando abaixo, inclusive, do mínimo legal. 

No entanto, no decorrer da nossa luta encontramos vários obstáculos e uma certa resistência da Prefeitura Municipal de Campo Grande, que por diversas vezes ignorou nossos pleitos e impôs inúmeras dificuldades à concessão de nossos direitos, tendo ocasionado uma parada de advertência. Em vista disso, buscamos parceiros importantíssimos para concretização dos nossos objetivos, cidadãos que de pronto abraçaram nossa causa e nos ajudaram a alcançar alguns dos propósitos almejados pela categoria. 

Dentre tais pessoas, destacamos a relevante e essencial contribuição da Câmara Municipal de Campo Grande, nas pessoas dos vereadores Nilson Júnior, Arnaldo Bezerra, Nilson Gondim, Vagner Souza e Marilania Holanda, Luana Priscilla, bem como da Professora Neta de Chicó e do advogado Eider Vieira, que foram essenciais nesta luta. Ademais, por dever de justiça, corrigimos a afirmação constante no Blog de que esta categoria passou oito anos sem ter recebido um centavo de aumento, tendo em vista que a Lei Complementar Municipal nº 002/2014, aprovado e sancionada na gestão passada garantiu reajustes de no mínimo 24% em nossos vencimentos, além de outros benefícios como adicional de titulação e a progressão na carreira.

Sendo assim, reconhecemos a importância da concessão do aumento de 7% concedido pela atual gestão municipal, mas não podemos esquecer daqueles que caminharam conosco em busca da valorização desta categoria e consequentemente de uma melhor educação para as crianças de nossa terra. 
Agradecimentos e esclarecimentos das professoras de creche.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário