segunda-feira, 17 de julho de 2017

* Guerra entre facções termina com dois mortos e um ferido em Mossoró.

A guerra sem fim entre o Primeiro Comando da Capital (PCC) e o Sindicato do RN vitimou duas pessoas e feriu uma pessoa na madrugada desta segunda-feira (17) em Mossoró, região Oeste do estado. Nem os filmes de guerra conseguiriam retratar a violência que aconteceu na Comunidade do Fio, especificamente na Rua José Malaquias. Segundo os moradores cerca de 10 homens em uma caminhonete Hilux invadiram a comunidade e iniciaram o confronto.

E durante a ação dos criminosos dois homens foram capturados tentando em seguida executados com tiros de espingarda calibre 12 e pistola.380. As vítimas foram identificadas, como Marcelo Martins da Silva, que era ex-presidiário e o segundo foi identificado apenas como “Paulo Pedreiro”. De acordo com informações dos populares, Marcelo Martins era um dos líderes da facção criminosa PCC no local e “Paulo Pedreiro” era um de seus homens de confiança.

De acordo com a Polícia Militar (PM), um idoso foi atingido no braço por uma bala perdida e conduzido ao Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM). Já os corpos foram removidos para a sede do Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP).
Mossoró sempre banhada por sangue.

Nenhum comentário:

Postar um comentário