segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

* Hospital Memorial suspende cirurgias por atraso em pagamento do Governo do Estado e causa superlotação no Walfredo.

O Hospital Memorial, referência em ortopedia e traumatologia no RN, mantém suspensos desde dezembro, os atendimentos a pacientes advindos do interior do Estado devido à dívida acumulada pelo Governo, que persiste desde agosto de 2016. Diante desta situação, o hospital Walfredo Gurgel vem sofrendo com a superlotação dos que aguardam por cirurgias. Para agravar ainda mais o problema, ontem (15/01), foram encaminhados presos de Alcaçuz com politraumatismos provocados pela rebelião do fim de semana, em Nísia Floresta.

Cerca de 25 cirurgias ortopédicas são realizadas por dia no Memorial em pessoas encaminhadas pelo Walfredo Gurgel. Em torno de 60% deste número corresponde àqueles que moram fora de Natal e buscam assistência médica na capital potiguar. Atualmente, as vítimas de acidentes com fraturas de membros inferiores estão sendo relocadas para os hospitais João Machado, Ruy Pereira dos Santos e Deoclécio Marques de Lucena, este último em Parnamirim, a fim de serem acompanhados por médicos generalistas e aguardarem as cirurgias, que não têm previsão para serem realizadas, ao passo que as sequelas só se agravam com o tempo. Fraturas mais leves são tratadas com um descaso ainda maior: sem expectativa de atendimento, os pacientes retornam às suas residências.

O corpo médico do Hospital Memorial se sensibiliza e lamenta a situação, uma vez que o atraso na realização das cirurgias agrava o quadro de cada paciente, que conviverá com as sequelas da longa espera, para o resto da vida. A administração reitera que manteve o atendimento sem pagamento enquanto foi possível, prezando pela missão de cuidar e melhorar a qualidade de vida das pessoas debilitadas, mas a ausência de suporte e reembolso por parte do Governo tornou inviável a continuidade do trabalho a esses pacientes do SUS.

Prestes a completar 26 anos de atividades, o Hospital Memorial tem uma equipe composta por 325 funcionários, dentre os quais o corpo médico especializado em pés, joelho, quadril, ombro, mãos, coluna e demais modalidades do tratamento ortopédico.
Situação grave.

* IFRN oferta 170 vagas para cursos de especialização.

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte está com 170 vagas para especializações em diversas áreas, através dos Editais 38/2016, 39/2016 e 41/2016. As vagas são para os campi de Mossoró, Parnamirim, Natal-Central e EAD.

As inscrições para os três primeiros campi já estão ocorrendo desde o dia 3 de janeiro e vão até o dia 23 de janeiro. Já os cursos à distância são voltados para a educação de jovens e adultos e suas inscrições começam hoje (16) e seguem até 18 de fevereiro.

A seleção de estudantes, para ambos os editais, será através de processo classificatório e eliminatório, realizado por meio de análise do currículo e do histórico acadêmico do curso de graduação dos candidatos inscritos.
proxy
IFRN.

* Itep começa identificação de presos mortos na rebelião de Alcaçuz.

G1/RN: O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) começou na tarde desta segunda-feira (16) o trabalho de identificação dos corpos retirados da Penitenciária Estadual de Alcaçuz depois da rebelião que deixou pelo menos 26 mortos no fim de semana.

Segundo o Itep, os corpos estão em uma carreta-frigorífico no quartel da Polícia Militar e serão levados de quatro em quatro para o Instituto. Os peritos coletarão as impressões digitais dos mortos e farão exame de raio-x da face, que deve ajudar a identificar os detentos pela arcada dentária.

Depois que todos forem examinados, os dados coletados serão cruzados com o sistema de identificação do Instituto, que entrará em contato com as famílias dos presos conforme eles forem identificados.
itep
ITEP.

* Rosalba promete pagar janeiro em dia e piso do magistério.

A prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, garantiu o pagamento de janeiro dentro do mês, com um 1/3 de férias dos professores e assegurou o novo piso salarial do magistério.

Foi marcada uma nova reunião para dia 26 quando será definido o pagamento dos meses em atraso.
O Sindiserpum tem assembleia geral para tomar posição sobre atraso salarial e outras questões. Acontecerá amanhã (terça-feira, 17), às 8h30, no auditório do Hotel Villa Oeste.
Rosalba-recebe-ao-lado-de-secretários-municipais-a-direção-do-Sindiserpum-16-01-17-e1484584858213
Rosalba em ação.

* Governo divulga nota atualizada sobre situação em Alcaçuz.

O Governo do Estado divulgou agora pouco uma nota de esclarecimento sobre a situação do presídio estadual de Alcaçuz. O texto reafirmou o total de 26 óbitos, segundo o Instituto-Técnico e Científico de Perícia (ITEP). Eles também afirmaram que em virtude das instalações danificadas por causa das ocorrências dos últimos dias e por ainda concentrarem detentos nas áreas internas, tem sido um trabalho difícil e demorado no local.

Veja a nota na íntegra:

O Instituto-Técnico e Científico de Perícia (ITEP) tem realizado o trabalho de retirada dos corpos. Na noite deste domingo (15), foram contabilizados 26 óbitos.

Em virtude das instalações do presídio estarem bastante danificadas, por causa das últimas ocorrências, e por ainda concentrarem detentos nas áreas internas, tem sido um trabalho difícil e demorado. Outro fator que também dificulta a identificação é a situação em que alguns corpos foram encontrados.

O ITEP permanece trabalhando e existe a possibilidade de que outros corpos sejam descobertos nas dependências do presídio, portanto, esses números poderão ser atualizados. O Governo do Estado trabalha com absoluta transparência e não tem interesse em esconder as informações.

As ações policiais ainda atuam em Alcaçuz para preservar o controle no local.

Nesta segunda-feira (16) está em andamento uma operação no presídio, com GOE, Choque e Bope, além do apoio de outros órgãos, para a realização de um pente fino no presídio, com o objetivo de manter a ordem e identificar se há outros mortos.

A Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania (Sejuc) está gradativamente realizando a contagem de presos nos pavilhões. Só após a conclusão dessa contagem será possível confirmar se houve fugas.

Na madrugada, por volta das 3h da manhã, detentos do presídio provisório Raimundo Nonato, na zona Norte de Natal, iniciaram um motim. Alguns colchões foram queimados e os agentes realizaram alguns disparos para conter o grupo, até a chegada do reforço da Polícia Militar com o BOPE e BP Choque na área externa. Até o início da manhã, a PM permaneceu no local aguardando a chegada do Grupo de Operações Especiais (GOE) para realizar uma revista no local.  A situação está controlada e não há informação sobre feridos na unidade.

A partir das 17h os secretários de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino, e da Segurança Pública, Caio Bezerra, estarão à disposição da imprensa na sede da Secretaria de Segurança Pública para prestar as informações mais recentes sobre as ações realizadas nas últimas 24 horas.