domingo, 26 de fevereiro de 2017

* Relator no TSE dará voto duro sobre cassação da chapa Dilma/Temer.

Herman Benjamin, relator no TSE das ações eleitorais que podem cassar a chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer, está preparando um voto duro.

Nele, vai deixar claro que o entendimento do tribunal sempre foi pela chapa una, sem divisão entre presidente e vice. Em conversas privadas, Benjamin tem dito que será um “descalabro” e um “casuísmo” dividir a chapa.

A propósito, Benjamin e Gilmar Mendes, o presidente do TSE, têm relações distantes.
62954183_brasilia17-02-2016_sessao_solene_homenagem_a_12_ministros_que_compuseram_a_corte_do_stj_o
Relator.
Lauro Jardim

* Vaquejada e corrida de jegue devem ser regulamentadas.

A vaquejada e a corrida de jegue poderão ser consideradas como atividades culturais, caso o Projeto de Lei 6298/16, do deputado João Daniel (PT-SE), seja aprovado pelo Congresso.

A proposta, em análise na Câmara, fixa mecanismos para garantir o bem-estar e a saúde dos animais utilizados na vaquejada.

Pelo texto, os animais só poderão participar dos eventos mediante laudo elaborado por veterinários credenciados por órgãos estaduais e federais ligados ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, ou ao Ministério do Meio Ambiente, ou às secretarias de agricultura estaduais e/ou municipais.
IMG_6727
Vaquejada.

* Aposentado é baleado durante assalto em Apodi.

Um aposentado sofreu um tiro de raspão próximo a boca durante um assalto na manhã deste domingo (26), na Baixa do CAIC, zona periférica de Apodi. Segundo informações de testemunhas para a polícia, o criminoso atirou porque a vítima não tinha nada para entregar.

O fato foi confirmado pela Central de Operações da Polícia Militar.

Dionísio, como é mais conhecido o aposentado, estava em via pública quando foi abordado. O assaltante pediu seus pertences de valores, como a vítima não tinha nada, foi alvo de um tiro, que o atingiu de raspão. O aposentado foi socorrido e passa bem, segundo a PM.

O suspeito fugiu e está sendo procurado. A polícia não descarta ser alguém de outras cidades.
Insegurança.