sexta-feira, 14 de abril de 2017

* RN já chega a 700 vidas perdidas por violência em 2017.

Com um homicídio acontecido na tarde de 13 de abril de 2017 no município de Ceará-Mirim, o Rio Grande do Norte chega à marca de 700 vidas perdidas por condutas violentas letais intencionais em 103 dias.

Importante ressaltar:

– De 2015 para 2014 havia uma redução de 7 vítimas (481 CVLIs);
– De 2016 para 2015 havia um aumento de 58 vítimas (539 CVLIs);
– De 2017 para 2016 já existe um aumento de 161 vidas perdidas;
– É uma média de quase 7 mortes por causadas por violência/dia no ano de 2017;
– Aumento médio registrado de 29,87%.
– São 19,96 CVLIs por grupo de 100 mil habitantes em 2017
z
700 vidas.

* “Frota” de veículos roubados é abandonada em matagal.

Uma denúncia encaminhada à Polícia Militar pelo telefone, levou a localização de uma “frota” de veículos abandonados num matagal.

Os veículos foram abandonados numa estrada de difícil acesso, após a Estrada da Raiz, antes da Estrada do Óleo. Estavam no local, quatro automóveis, sendo um Voyage, um Gol, um Golf, um Corsa e uma motocicleta, todos com queixa de roubo.

Os veículos foram conduzidos à delegacia para os procedimentos cabíveis e devolução aos seus legítimos donos.
IMG_0301
Veículo.

* O que a Odebrecht ganhou com propinas.

O que a Odebrecht ganhava ao direcionar milhões ao mundo político brasileiro? Segundo executivos da empresa, em vídeos das delações, a corrupção rendeu benefícios importantes para a empresa, como vitória em licitações de obras e aprovação de leis favoráveis no Congresso. 

Veja:

· Olimpíada de 2016 – facilitação na assinatura de contratos de obras no Rio.
· Rodoanel Sul, em São Paulo – favorecimento para conquista de licitação.
· Saneamento no Pará – conquista da concessão na área de saneamento básico no estado.
· Aeroporto e trens no Rio Grande do Sul – interferência nos processos de concessões.
· Medida provisória 470/09 – aprovação da medida que permitiu a Braskem (empresa do grupo .Odebrecht) parcelar suas dívidas fiscais.
· Medida provisória 472/10 – aprovação de medida que rendeu benefícios fiscais a complexos petroquímicos da Braskem.
IMG_0298
Odebrecht.

* Defesa de Teme...

Do presidente Michel Temer em sua defesa num vídeo, ontem, nas redes sociais: “Meus amigos, eu não tenho medo dos fatos. Nunca tive. O que me causa repulsa é a mentira”. Reconheceu que a vida pública tem momentos de “profundo desconforto”. Márcio Faria, da Odebrecht, disse, em delação premiada, que Temer comandou, em 2010, uma reunião na qual se acertou pagamento de propina de US$ 40 milhões ao PMDB.

“É fato que participei de uma reunião, em 2010, com o representante de uma das maiores empresas do País”, afirmou. “A mentira é que nessa reunião eu teria ouvido referência a valores financeiros ou a negócios escusos da empresa com políticos”, completou.
brasil-temer-cdes-20170307-001
Temer.

* Lista de delator traz R$ 246 milhões via caixa dois a 179 políticos.

Uma tabela apresentada ao Ministério Público pelo ex-executivo da Odebrecht Benedicto Barbosa da Silva Junior detalha pagamentos que teriam sido feitos via caixa dois a 179 políticos. Entre 2008 e 2014, há registro de R$ 246 milhões em repasses ilegais.

Entre os nomes citados, se destaca, por exemplo, o do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Crabral, com quase R$ 62 milhões em caixa dois. O atual governador, Luiz Fernando Pezão, aparece como receptor de R$ 20,3 milhões.

O ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab (PSD-SP), consta na lista do delator como beneficiário de R$ 21,2 milhões em recursos não declarados à Justiça Eleitoral.