domingo, 30 de abril de 2017

* Prefeito de Caraúbas é duramente criticado pela perca das 50 casas populares.

A situação do prefeito de Caraúbas em termos de aprovação segue ladeira a baixo e a sua última medida, totalmente inaplicável, de não assinar o convênio das casas populares e assim o município perder 50 unidades habitacionais gerou muitas críticas e revolta da população.

Nas redes sociais e nas ruas e avenidas de Caraúbas atitude reprovada e irresponsável do prefeito é o assunto mais comentado.

O edil Edu Licurgo (PR) disse que tava na hora do prefeito deixar de pensar pequeno e esquecer a política partidária pois ela já passou. Edu Licurgo e os demais edis da oposição criticaram e lamentaram a decisão do gestor local. 

Se os 100 dias iniciais da "nova" Caraúbas são pífios e melancólicos temos um fato extra na parte negativa, perdemos 50 casas porque o nobre prefeito se negou assinar que não oneraria em nada o município.
Mais detalhes nas rapidinhas e segue o jogo.
Tudo tem piorado na 'Nova'.

* Ainda não é conhecida a causa da morte de Belchior.

O cantor e compositor Belchior morreu na noite deste sábado, 29, em Santa Cruz do Rio Grande do Sul, aos 70 anos. Familiares confirmaram o falecimento, entretanto, a causa ainda é desconhecida. O corpo deve ser trazido para o Ceará ainda hoje. O sepultamento deve ocorrer em Sobral.

Em nota, o governador Camilo Santana decretou luto oficial de três dias no Estado e reconheceu a importância de belchior para a música brasileira. Confira a nota na íntegra:


“Recebi com profundo pesar a notícia da morte do cantor e compositor cearense Belchior. Nascido em Sobral, foi um ícone da Música Popular Brasileira e um dos primeiros cantores nordestinos de MPB a se destacar no país, com mais de 20 discos gravados. O povo cearense enaltece sua história, agradece imensamente por tudo que fez e pelo legado que deixa para a arte do nosso Ceará. Que Deus conforte a família, amigos e fãs de Belchior. O Governo do Estado decretou luto oficial de três.
belchior
Belchior.

* Tendência no TSE é de absolver Michel Temer.

As apostas de quem acompanha no TSE o processo que pode cassar o mandato do presidente Michel Temer são de que o placar, se a votação fosse hoje, seria de cinco votos pela absolvição e dois pela condenação. O placar é projetado por interlocutores de ministros da Corte, que creem que os votos contra Temer virão do relator Herman Benjamin e da ministra Rosa Weber. A situação de Dilma Rousseff, que pode ser declarada inelegível, é mais complicada. Delatores disseram ao TSE que a ex-presidente sabia do uso de caixa 2 na campanha.

A partir de terça-feira começa a contar o prazo de cinco dias para as alegações finais das partes. O processo volta para julgamento na segunda quinzena de maio.

Apesar de ter sinalizado a ministros que deve pedir vista do processo no TSE, o ministro Napoleão Nunes agora tem dito que quanto “mais rápido julgar, melhor”.
brasil-temer-cdes-20170307-001
Temer.

* Lula amplia liderança para 2018 e Bolsonaro chega ao 2º lugar, diz Datafolha.

Da Folha de São Paulo

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) cresceu e aparece no segundo lugar da corrida para a Presidência em 2018, empatado tecnicamente com a ex-senadora Marina Silva (Rede).

É o que aponta a primeira pesquisa Datafolha após a divulgação de detalhes da delação da Odebrecht, que atingiu em cheio presidenciáveis tucanos –que veem o prefeito paulistano, João Doria (PSDB), surgir com índices mais competitivos.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), por sua vez, mantém-se na liderança apesar das menções no noticiário recente da Lava Jato.

O Datafolha fez 2.781 entrevistas, em 172 municípios, na quarta (26) e na quinta (27), antes da greve geral de sexta (28). A margem de erro é de dois pontos percentuais.

O deputado Bolsonaro, que tem posições conservadoras e de extrema direita, subiu de 9% para 15% e de 8% para 14% nos dois cenários em que é possível acompanhar a evolução. Nesses e em outros dois com candidatos diversos, Bolsonaro empata com Marina.

Ele é o segundo nome mais lembrado de forma espontânea, com 7%. É menos que os 16% de Lula, mas acima dos 1% dos outros.

Com uma intenção de voto concentrada em jovens instruídos e de maior renda, Bolsonaro se favorece da imagem de “outsider” com baixa rejeição (23%) e do fato de que o Datafolha já registrava em 2014 uma tendência conservadora no eleitorado.

Ele parece ocupar o vácuo deixado por lideranças tradicionais de centro-direita do PSDB, golpeadas na Lava Jato, confirmando a avaliação de que há espaço para candidaturas que se vendam como antipolíticas em 2018.

O senador Aécio Neves (MG), que terminou em segundo em 2014 e hoje é investigado sob suspeita de corrupção e caixa dois, é o exemplo mais eloquente da crise tucana. É tão rejeitado quanto Lula: não votariam nele 44%, contra 30% no levantamento de dezembro passado. Sua intenção de voto oscilou de 11% para 8%, quando era de 26% no fim de 2015.

Já o governador Geraldo Alckmin (SP) viu sua rejeição pular de 17% para 28%, e sua intenção de voto oscilou para baixo, de 8% para 6%. Até a delação da Odebrecht, em que é suspeito de receber R$ 10,7 milhões em caixa dois, ele passava relativamente ao largo da Lava Jato.

Marina, com “recall” de candidata em 2010 e 2014, registra tendência de queda nos cenários de primeiro turno. Para o segundo turno, ela segue na liderança, mas empata tecnicamente com Lula.

O ex-presidente mostra resiliência enquanto surgem relatos de sua relação com a construtora OAS e tendo a possibilidade de ficar inelegível se for condenado em duas instâncias na Lava Jato.

Nos dois cenários aferíveis, suas intenções subiram para 30%, saindo de 25% e 26%.

Lula atinge assim o terço do eleitorado que era considerado, antes da debacle do governo Dilma Rousseff, o piso de saída do PT. Parte do desempenho pode estar associado à vocalização da oposição ao governo Michel Temer (PMDB), impopular.

Já na pesquisa de segundo turno, Lula derrota todos exceto Marina e um nome que não havia sido testado até agora: o do juiz Sergio Moro, que comanda processos contra o ex-presidente na primeira instância da Lava Jato.

Sem partido, Moro supera Lula numericamente, com empate técnico: 42% a 40%. No cenário de primeiro turno em que é incluído, o juiz chega tecnicamente em segundo. Neste cenário, o apresentador Luciano Huck (sem partido, mas sondado pelo Novo), estreia com 3%.

Outro neófito na pesquisa é Doria, que tem tido o nome cada vez mais citado como pré-candidato ao Planalto. Ele ultrapassa seu padrinho Alckmin, ainda que dentro da margem de erro. E tem duas vantagens importantes: ainda não é um nome nacionalmente conhecido e tem baixa rejeição, de 16%.
Na hipótese de ser o candidato tucano com Lula, Doria pontua 9% no quarto lugar. Sem Lula, sobe para 11% mas fica na mesma posição, ultrapassado por Ciro Gomes (PDT) –que tenta se posicionar como nome da esquerda caso o petista não concorra. No segundo turno, Doria perderia para Lula, Marina e Ciro.











Cenários,

* Para Flávio Rocha, Dória é o grande nome para 2018.

O empresário Flávio Rocha defende o nome do amigo pessoal João Dória (PSDB), atual prefeito de São Paulo, para a disputa presidencial de 2018. Veja a declaração dada à Tribuna do Norte: 
Flávio Rocha.

* Flávio Rocha descarta retornar à política: “Já paguei essa matéria”

“Já paguei essa matéria”

Resposta do empresário Flávio Rocha quando indagado sobre seu possível retorno à política em 2018.

A entrevista completa está na edição impressa desta Tribuna do Norte.
Flávio Rocha.

* PM desarticula .quadrilha e prende 5 após roubo de carga de cigarros em Santa Cruz

A Policia Militar de Santa Cruz realizou ontem duas ações exitosas que acabou desarticulando uma quadrilha que agia com roubos na região.

A primeira ação aconteceu na estrada de que leva a cidade de Japi, onde foram presos três homens e recuperado o material de um roubo a um caminhão de cigarros. Ainda foram recuperados dois carros e uma moto roubados.

Desta ação, três homens conseguiram fugir, mas no final da tarde de ontem, a Polícia Militar conseguiu prender mais dois acusados de integrar o grupo criminoso no bairro Vila Rica, em Snata Cruz.. Um fugiu em uma moto roubada com destino ignorado.

No saldo das ocorrências, cinco homens presos, recuperação de carga e veículos roubados, além de retirada de circulação de armas de fogo e munições.

Todo o material apreendido e os homens presos foram encaminhados para a Delegacia de Policia Civil, onde foram feitos os flagrantes. Os detidos foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Santa Cruz e estão a disposição da Justiça.
IMG_1820
Apreensões.

* Avião com 39 pessoas a bordo desaparece dos radares em Cuba.

Um avião operado pela companhia Aerogaviota desapareceu neste sábado 29 com 39 passageiros a bordo na ilha de Cuba. As primeiras informações dão conta de que entre as vítimas mortais estão oito militares.

Segundo redes de televisão locais, a aeronave, um Antonov-26, desapareceu dos radares quando sobrevoava a zona de Pinar Del Rio, numa área de difícil acesso em Las Lomas de San Cristóbal.

* Policial mostras os seios em viatura e foto viraliza nas redes sociais.

Uma policial mexicana se viu obrigada a pedir exoneração do cargo após ter uma foto sensual viralizada na internet. Na imagem, feita dentro de viatura, Nidia García aparece fardada, com os seios à mostra e segurando um fuzil.

Segundo o jornal britânico Mirror, a jovem pediu demissão e, com isso, fez com que o processo administrativo aberto contra ela fosse encerrado. Antes de ser exonerada, ela havia sido afastada das ruas. Nidia era lotada em unidade em Escobedo, no norte do México.

Durante as investigações, os oficiais descobriram que essa foi a última foto de uma série feita pela policial. Ela, que disse estar arrependida, teria recebido diversas ofertas de agências de modelho.
IMG_1838
Policial.

* Brasil perdeu 20% dos manguezais em 17 anos.

Brasil perdeu 20% de sua área de manguezais em 17 anos, em parte destruídos pela expansão urbana. O dado faz parte da segunda coleção de mapas do Projeto de Mapeamento Anual da Cobertura e Uso do Solo no Brasil (MapBiomas), feito pelo Observatório do Clima em colaboração com 18 instituições.

Universidades, organizações não governamentais e empresas de tecnologia contribuíram para o trabalho, considerado o maior levantamento sobre a cobertura vegetal do Brasil. A mais recente radiografia dos biomas brasileiros comparou imagens de satélite nos últimos 17 anos.
IMG_1861
Manguezais.

* Vacinação contra febre aftosa começa em 22 estados a partir desta segunda-feira.

Na próxima segunda-feira (1º), a vacinação contra a febre aftosa começa em 22 estados e no Distrito Federal. A meta do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é imunizar 198 milhões de bovinos e bubalinos durante todo o mês de maio. O número representa mais de 90% do rebanho do país, de 217,5 milhões de cabeças.

Todos os animais deverão ser vacinados, exceto os dos rebanhos do Acre, Espírito Santo, Paraná e São Paulo, que nesta etapa vão imunizar apenas animais com de até 24 meses. Parte dos estados do Amazonas e do Pará, além de Rondônia e Roraima, já começou a imunização entre março e abril.
aftosa mossoro
Febre Aftosa.

* Com Temer rejeitado, 85% defendem eleição direta, aponta Datafolha.

A impopularidade do governo Michel Temer (PMDB) cresceu e já é comparável à de sua antecessora, Dilma Rousseff (PT), às vésperas da abertura do processo de impeachment que acabou por cassá-la em 2016.

Segundo pesquisa do Datafolha, a gestão do peemedebista tem 61% de avaliação ruim ou péssima, com 28% a considerando regular e apenas 9%, ótimo ou bom.

Logo antes de a Câmara afastá-la, em abril do ano passado, Dilma tinha 63% de rejeição e 13% de aprovação. Era um número inferior ao recorde da própria petista, o maior aferido pelo instituto desde a redemocratização de 1985: 71% de ruim/péssimo e 8% de ótimo/bom, em agosto de 2015.

Os 9% de aprovação são também similares à taxa de Fernando Collor de Mello antes de ser impedido, em setembro de 1992, embora a reprovação fosse maior (68%). As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Quando colocado como eventual candidato à reeleição, Temer vê a rejeição a seu nome subir de 45% para 64% de dezembro para cá.

O presidente já disse ter consciência de sua impopularidade e que aproveita isso para tentar fazer avançar uma agenda de reformas de difícil aprovação popular.
com-medo-de-nova-vaia-temer-nao-ira-participar-de-cerimonia-de-encerramento_828365
Temer.

* Ao lado de delegacia, fogo destrói bar em rodoviária na região Oeste potiguar.

Um incêndio que ninguém sabe como começou, ocorrido na madrugada deste domingo (30), detruiu um bar que fica na rodoviária de Governador Dix-Sept Rosado, cidade da região Oeste potiguar. O terminal fica ao lado da delegacia de Polícia Civil. A Polícia Militar disse que será preciso uma perícia para identificar as causas do incêndio. Ninguém se feriu.
IMG_1869
Fogo.