terça-feira, 11 de julho de 2017

* Rapidinhas sendo editadas...

Segue o jogo!

* Em Caraúbas, Socorro Melo via SINDSAÚDE convocando população e entidades para ato em prol do não fechamento do Hospital.

A vereadora Socorro Melo (PMDB), via SINDSAÚDE convocando/convidando toda sociedade civil e autoridades caraubense, para participarem de um ato em prol do não fechamento do Hospital de Caraúbas.

O ato será amanhã (12), a partir das 9h, em frente ao Hospital Regional Caraúbas.

Toda sociedade convocada para darmos inicio a essa luta em prol do Hospital de Caraúbas.
Socorro Melo em prol do povo!

* Em Caraúbas, Edu Licurgo: "Chegou a hora de deixarmos os discursos de lado e agirmos em prol do povo"

Em contato com o BLOG do JM, o parlamentar Edu Licurgo externou que está na hora de Caraúbas e os seus políticos esquecerem os discursos políticos e agirem de forma veemente e clara em prol do povo de Caraúbas, na questão do Hospital de Caraúbas.

"Precisamos responder ao nosso povo. Afinal, o Hospital de Caraúbas vai fechar ou não vai?. O Prefeito de Caraúbas disse que não ia fechar porém não trouxe nenhuma certeza em sua afirmação. Estou propondo uma ampla mobilização via Caraúbas com os municípios circunvizinhos beneficiários com o nosso Hospital, autoridades e as instituições para juntos lutarmos pelo não fechamento desse Hospital, e muito menos em sua transformação em UBS ou UPA" comentou e puxou o movimento, Edu Licurgo.

Além de puxar uma maior participação da sociedade civil organizada, o parlamentar externou sua opinião sobre essa atitude do governador em transformar os Regionais em UBS e UPA, "Na minha opinião o prefeito de Caraúbas já sabia dessa intenção do governador a muito tempo e enganou o povo esse tempo todo. Agora está querendo posar de salvador da pátria sem nenhuma propriedade e nem certeza se vai ou não resolver essa problemática. Assim caso a sociedade não se mobilize e todos nós juntos não lutarmos em defesa do Hospital de Caraúbas, teremos uma Elisa Simões em breve no nosso município", convocou de novo a sociedade Edu Licurgo.

Edu Licurgo (PR), está em Natal onde acompanha o pai em um procedimento médico contudo Amanhã (12), buscará informações na saúde, no âmbito estadual, para ao chegar em Caraúbas mobilizar a sociedade civil em parceria com os demais edis oposicionista ao qual é líder da bancada e demais autoridades para enfrentarem essa situação preocupante para o povo caraubense.

Autoridades e sociedade vamos à luta!
Edu Licurgo sempre em ação.

* Nelter solicita instalação de Restaurante Popular para Campo Grande.

O deputado estadual Nelter Queiroz (PMDB) recebeu em seu gabinete na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte nesta terça-feira (11), o ex-vereador de Campo Grande, Jean Vieira. Na oportunidade, o ex-parlamentar também representou a ex-vereadora e atual presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Dilcineia Brito e a suplente de vereadora Neta Góis. 
 
“Na ocasião, e, em nome de Dilcineia e Neta, Jean pediu que lutássemos, junto ao Governo do Estado, pela instalação de um Restaurante Popular em Campo Grande. O equipamento representa uma grande conquista social, pois, quando instalado, beneficiará diretamente a população mais carente do município. Já protocolamos o requerimento na ALRN e lutaremos pela viabilização deste pleito”, afirmou Queiroz.
nelter e suplente
Deputado em ação.

* Palhaçada: Fátima Bezerra ocupa presidência e barra votação da reforma trabalhista.

A senadora do Rio Grande do Norte pelo Partido dos Trabalhadores (PT) Fátima Bezerra está neste momento ao lado de outros senadores de oposição ocupando a Mesa Diretora do Senado Federal, que planeja votar ainda nesta terça-feira 11 o texto da reforma trabalhista, uma das propostas polêmicas apresentadas pelo governo de Michel Temer.

Diante do fato, o presidente da Casa Legislativa, senador Eunício Oliveira (PMDB), suspendeu a sessão e determinou que as luzes do plenário fossem apagadas até que os parlamentares da oposição desocupassem os lugares da Mesa. Neste momento, o painel eletrônico marcava a presença de 49 dos 81 senadores no plenário.

Além de Fátima, as demais senadoras que estão ocupando a Mesa são Gleisi Hoffmann (PT-PR), Lídice da Mata (PSB-BA), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e Regina Sousa (PT-PI). Pelas regras do Senado, qualquer senador pode abrir uma sessão, desde que haja quórum, e foi exatamente isso que as oposicionistas fizeram.

Contrárias à reforma trabalhista, elas aproveitaram a primeira hora da sessão para passar a palavra para outros parlamentares que discursavam contra a proposta enviada pelo governo. Por volta de meio-dia, quando Eunício chegou ao plenário, ele quis ocupar a cadeira que cabe a ele na mesa, a da presidência da Casa.

No entanto, Fátima não quis ceder o espaço para o presidente. Ele usou o microfone da senadora, apesar da resistência dela, para avisar que cortaria o som dos microfones se ele não pudesse se sentar. Após essa confusão, Eunício suspendeu a sessão. Após isso, a senadora Lídice da Mata então deixou a cadeira que estava ocupando na mesa e foi para a parte do plenário onde fica a maioria dos parlamentares. As outras quatro se mantiveram nas cadeiras onde se sentam os integrantes da Mesa Diretora.
Ação deprimente!

* No chão foi lindo!!! Em Caraúbas, após 5 meses de atraso, prefeito vai entregar o fardamento escolar, nossa.

O prefeito de Caraúbas é diferente pois será o único gestor estadual a realizar entrega do fardamento escolar com 5 meses de atraso, nossa.

Sem ter o que mostra aos munícipes, a entrega hiper atrasada será uma fórmula de aparecer na imprensa sem ser de forma negativa, tipo "carona" José da Riachuelo ou sob suspeita, como no caso do superfaturamento das locações e na questão da limpeza pública entre outras dezenas.

REGISTRO DE PREÇOS VISANDO À CONTRATAÇÃO DE PESSOA JURÍDICA DESTINADA À EVENTUAL AQUISIÇÃO DE FARDAMENTO ESCOLAR E CAMISAS PARA O FUNDO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, com o comparecimento da empresa: MARIA DE FÁTIMA ARAÚJO SILVA-ME, CNPJ 11.886.312/0001-60 se tornou vencedora de todos os itens com valor global de 81.390,09 (oitenta e um mil, trezentos e noventa reais e nove centavos).
Detalhes: http://www.diariomunicipal.com.br/femurn/materia/2F7DA2C0 
 
Uma gigantesca quantia para um material de tão pouca qualidade e beleza contudo é aceita né Arnaldo!
 
Mais detalhes de mais esse fiasco nas rapidinhas...
Melhor foi o manequim para a divulgação, pela caridade!!!

* Rapidinhas na pauta...

Apodi largando na frente pela luta em prol do Regional de Lá!

* Sindsaúde contra a desativação dos Hospitais Regionais no RN.

Não ao fechamento dos hospitais do interior. Nenhum hospital a menos! Nesta segunda-feira (10), o governo estadual anunciou um acordo com o Ministério Público do RN, no qual compromete-se com um “cronograma de desativação” que em 120 dias pode fechar até sete hospitais regionais: Acari, Angicos, Apodi, Canguaretama, Caraúbas, João Câmara e São Paulo do Potengi. Em 60 dias, o governo terá que dizer quais destes hospitais serão desativados, passando a funcionar como unidades básicas ou de Pronto-Atendimento, e se algum deles receberá o investimento necessário para que passe a cumprir completamente suas atividades. Atualmente, a rede da Sesap conta com 23 hospitais, sendo 16 fora de Natal e Parnamirim. A medida atinge quase metade da rede de hospitais no interior do estado é resultado de uma auditoria realizada em 2013 pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que identificou uma utilização reduzida dos recursos destes hospitais e um baixo número de procedimentos, em comparação com a média do estado em especial de hospitais da capital. O relatório acelerou a política da Sesap (Secretaria Estadual de Saúde Pública) para implementar políticas de municipalização e de co-gestão de hospitais do interior, como já nos exemplos dos hospitais de Santa Cruz e de São Miguel. Além disso, o governo tem fechado serviços, como foi com o Hospital da Mulher e o Hospital da Polícia, em Mossoró. A política recomendada pelo TCE e adotada pela Sesap é o de fechar parte dos hospitais do interior, mantendo hospitais em “cidades-pólo”, como Mossoró, Caicó, Currais Novos e Pau dos Ferros. O Sindsaúde é contra o fechamento de hospitais. Desde a publicação da auditoria do TCE, em setembro de 2013, o sindicato tem se manifestado cobrando investimentos e recursos para a rede de hospitais no interior, para inclusive permitir a rede executar procedimentos de media e alta complexidade, como forma de desafogar os hospitais da capital, em especial o Walfredo Gurgel.

O sindicato acredita que a existência de uma rede de hospitais no interior deve ser comemorada, como uma vantagem, e não ser tratada como um peso, como enxergam o governo e os órgãos fiscalizadores. Também temos nos manifestado no sentido de garantir os direitos dos servidores lotados nestes hospitais, cuja maioria reside nestas cidades. Infelizmente, a política de fechamento vem sendo preparada nos últimos anos. Neste período, o governo de Rosalba Ciarlini (DEM) e de seu vice Robinson Faria (PSD) – ambos denunciados por envolvimento com caixa dois de empreiteiras – preferiu na construção do Arena das Dunas, deixando um estádio moderno e subaproveitado mas que custam R$ 9,6 milhões ao estado todo mês. Para se ter uma ideia, os sete hospitais juntos, ao longo de 2016, custaram apenas R$ 350 mil por mês em atendimentos e internações, segundo dados publicados pela imprensa. Enquanto isso, a saúde do interior permaneceu abandonada. O pouco que se investiu foi resultado de decisões judiciais, como a nomeação de servidores e reformas emergenciais. O governo vem esvaziando estes hospitais, construindo um cenário de precariedade que agora possa justificar os fechamentos. O Sindsaúde fará uma campanha em todo o estado, contra o fechamento dos hospitais, convocando a população para sair às ruas e defender o direito à saúde. O primeiro ato ocorreu nesta terça (11), em Apodi, cujo hospital já resistiu a uma tentativa de municipalização, em 2016. O próximo ato será em Canguaretama, no dia 13. Exigimos a suspensão do TAC (Termo de Ajuste de Conduta) e o investimento nestes hospitais regionais. Também denunciamos a tentativa do governo estadual de congelar os gastos com a saúde em 2018, conforme a proposta de Orçamento da saúde enviada para a Assembleia Legislativa. Nenhum hospital a menos! Em defesa da saúde do interior. Não ao congelamento dos recursos para a saúde!
Aldíclésio Maia em Apodi na manhã de hoje (11).

* Em Janduís, Celina Almeida é nomeada para a Saúde.

O chefe do executivo municipal, Antônio José Bezerra, nomeou, nesta terça-feira (11), a enfermeira Celina Cristina Vieira de Almeida como Secretária Municipal de Saúde e Saneamento Básico (SEMSAB), por meio da portaria 125/2017- GP.

Celina de Almeida assume o cargo no lugar da Cirurgião Dentista Karla Daiane Dias Freitas, que foi exonerado no dia 05 de Julho. Karla ficou desde janeiro à frente da secretaria.

Familiarizada com a saúde, a nova secretária é enfermeira de formação, tendo passado por vários setores tanto administrativos quanto de enfermagem, de várias unidades de Saúde do Estado.

Nesta terça-feira (11), Celina Almeida fez visita de cortesia na sede da Prefeitura Municipal, acompanhada de sua mãe Drª. Alvaní Vieira, advogada renomada de Janduís.

A nova secretária era contrata pela gestão no cargo de Enfermeira.
Vamos aguardar as ações.

* TJ atende pedido de Carlos Eduardo e suspende gratuidade de passagens para PMs, guardas municipais e carteiros.

Os desembargadores que integram o Pleno do Tribunal de Justiça do RN acataram liminarmente o pedido feito por meio de Ação Direta de Inconstitucionalidade e determinaram a suspensão da eficácia da Lei nº 419/2015 do Município de Natal, a qual “dispõe sobre o livre acesso de policiais militares, guardas municipais e carteiros nas unidades – viaturas que integram a frota do Sistema Municipal Concessionário do Serviço de Transporte Coletivo de Natal”. A votação se deu à unanimidade de votos e em harmonia com o parecer da Procuradoria Geral de Justiça.

Segundo o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, há vício material na lei impugnada, já que o Poder Legislativo Municipal teria ingressado em matéria reservada à discricionariedade da Administração na gestão do serviço público, em violação aos artigos 2 e 64, inciso IX, da Constituição Estadual, ao estabelecer que a Prefeitura conceda gratuidade tarifária para policiais militares, guardas municipais e carteiros.

Saiba mais:
http://www.tjrn.jus.br/index.php/comunicacao/noticias/12433-tjrn-suspende-liminarmente-lei-que-confere-gratuidade-a-pms-e-carteiros-em-transporte-coletivo-de-natal
Carlos Eduardo sabe ser ruim né!
 C&A Notícia.

* Nossa: Câmara dos Deputado discute nesta terça-feira (11) extinção do dinheiro em espécie.

O Projeto de Lei 48/2015, que pretende acabar com a produção, circulação e uso do dinheiro em espécie e determina que as transações financeiras se realizem apenas por meio do sistema digital, será tema de audiência pública nesta terça-feira, 11. O debate, às 14h30, será promovido pela Comissão de Defesa do Consumidor.

Além de prever uso de meios de pagamento como cartões e carteiras eletrônicas, moedas virtuais, como a BitCoin, estão na discussão.

Segundo o relator da proposta, deputado José Carlos Araújo (PR-BA), a discussão é necessária devido à relevância do projeto, especialmente devido aos impactos na economia, nas relações de consumo e nas relações internacionais do País.

Foram convidados a participar da discussão o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles; o ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim; o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira; o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn; o presidente da Confederação Nacional das Instituições Financeiras (CNF), Sérgio Agapito Lires Rial; e o presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Murilo Portugal Filho.
Resultado de imagem para nota de 100 reais
Nossa.

* Confira a realidade do seu município via Painel dos municípios.

O Painel Municípios é uma ferramenta que reúne informações sobre fiscalização, transparência pública, ouvidoria, punições a empresas e demografia de todos os municípios do país. A ideia é possibilitar uma visão geral da situação dos entes aos prefeitos, aos gestores municipais e à sociedade.

Desenvolvida pelo Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), a ferramenta permite pesquisar, examinar e comparar indicadores municipais de forma rápida, dinâmica e interativa. Acesse!

Para acessar dados atualizadíssimos de meu município, clique AQUI 
Caraúbas não aderiu em 2017.

* Vereadora de Grossos disputará o Governo do Estado pelo PSDC.

Surge mais um nome para a disputa pelo Governo do Estado nas eleições de 2018. 

É a vereadora de Grossos, Clorisa Linhares (PSDC). 

O convite partiu do presidente estadual do PSDC, Joanilson de Paula Rêgo. 

Formada em Contabilidade e Direito, com pós-graduação em Segurança Pública, Clorisa se considera preparada para Governar o Rio Grande do Norte. 
Postulante.

* Atenção Caraúbas!!! Texto: Indignação.

Texto de um profissional apaixonado por Caraúbas.
Autor preferi o anonimato.

* “Não vamos deixar a população ficar desamparada”, afirma prefeito sobre desativação do hospital de Apodi.

Foi durante uma reunião com os servidores do Hospital Regional de Apodi, na tarde desta segunda-feira (10), que o prefeito do município Alan Silveira afirmou que não vai permitir o fechamento da unidade pelo Governo do Rio Grande do Norte.

O gestor revelou que está elaborando uma proposta, junto a sua equipe, para levar à Secretaria Estadual de Saúde (SESAP) e selar uma gestão compartilhada. “A gente tem total interesse em ficar com o pronto-socorro e o Estado com o internamento. Mas para isso é preciso um planejamento financeiro, uma proposta técnica que seja viável à ambas as partes, que já estamos construindo. A população não vai ficar desamparada porque a gente não vai deixar”, destacou.

A desativação e transformação do hospital em uma Unidade de Pronto-atendimento foi anunciada no sábado (08) através de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado entre o Ministério Público do Trabalho (MPT), Ministério Público do RN (MPRN) e o Governo do Estado. Conforme a proposta, além de Apodi, outros seis hospitais regionais seriam fechados.
Reunião 1
Prefeito de ação.

* Kelps vai realizar audiência pública sobre decisão do Governo do RN fechar sete hospitais.

Em seu Twitter, o deputado estadual Kelps Lima (SDD), voz quase única de oposição na Assembleia Legislativa, anunciou que vai realizar uma audiência pública para discutir a decisão do Governo do RN fechar sete hospitais no interior. 

Pelo menos isso. Mais uma voz se somou ao vice-prefeito Álvaro Dias (PMDB) e se preocupou com o fato absurdo. 
Parabéns pela atitude.